Agile Trends – Metodologias ágeis no marketing digital

Agile Trends – Metodologias ágeis no marketing digital

Agile Trends, o maior evento sobre agilidade no Brasil, teve sua edição pocket em 2017, em Florianópolis. De lá, trouxemos alguns aprendizados que conseguimos aplicar na nossa realidade. Por isso, marcamos presença em uma edição mais completa, que aconteceu em março, em São Paulo.

Foram 4 dias de evento e 20 palestras assistidas, em que fomos apresentados a muito conhecimento sobre cultura ágil e métodos que podemos aplicar em nossos processos de trabalho para criar um ambiente com entregas de valor, qualidade e resultados cada vez melhores.

Nessa edição, dividida entre conteúdo sobre Time e Gerenciamento, foram apresentados cases de grandes empresas, como Globo, Resultados Digitais, Nubank e Dafiti, que já estão operando ou começando com as metodologias ágeis, em diferentes times e escopos de trabalho. Marketing, Tecnologia e Serviços são algumas das áreas de operação beneficiadas pelo Agile.

O mindset da cultura ágil surgiu em 2001, quando desenvolvedores definiram quais valores sustentariam esse novo modelo de trabalho. São eles:

  • Indivíduos e interações mais que processos e ferramentas.
  • Software em funcionamento mais que documentação abrangente.
  • Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos.
  • Responder a mudanças mais que seguir um plano.

O Ágil é transparente e as formas de trabalho nesse mindset trazem conceitos de inspeção e adaptação. Sabemos que, mesmo existindo um contrato de horas bem especificado, em algum momento vamos precisar colocar mais esforço ou alterar o projeto para adaptá-lo a uma nova solicitação ou a mudanças de mercado.

Sabemos que quem entende melhor sobre seu negócio é o cliente. Por isso, nada mais justo que ele fique dentro do projeto acompanhando e direcionando adaptações a cada interação.

No método Ágil, as formas de trabalhar possuem seus princípios individuais: podemos usar as cerimônias do Scrum para planejar, o Kanban para mostrar e gerenciar o fluxo de entrega de um projeto juntamente com o Kaizen, que visa à melhoria contínua do processo.

Com isso, temos ferramentas de trabalho, inovação e uma entrega de acordo com as necessidades reais de nossos clientes. Podemos identificar rapidamente novas tendências de mercado e novas ferramentas de trabalho para que os times desempenhem seu melhor no dia a dia, sempre acompanhando as rápidas mudanças.

– Thiago Borges é Digital Analytics Specialist na i-Cherry

voltar ao blog